Make your own free website on Tripod.com

No Place Like Home

Dois meses atrás: em um Monastério, dois monges correm de algo. Eles entram em um grande templo e fecham a porta. Sentam em um círculo no chão onde um um terceiro monge, falando Tcheco, começa a recitar. O perigo do qual eles fugiam começa a bater na porta, tentando entrar, e quando eles completam o ritual, a porta explode.
Hoje: Buffy está lutando com um grande vampiro em frente a uma fábrica fechada. Eles chegam a um lugar vazio, e Buffy finalmente estaca o vampiro, quando ela guarda sua estaca, um guarda aparece e a ilumina com uma lanterna. Ele fala que ela não vai achar nenhuma rave na fábrica. Fingindo estar desapontada, Buffy está quase indo embora quando o guarda a para, e pega um globo brilhante do chão que ele acha que ela deixou cair. Ele pergunta o que é, e ela responde: “Te direi assim que descobrir”.
Na manhã seguinte, Buffy e Dawn preparam o café para Joyce. Joyce diz que as dores de cabeça que os médicos disseram que iam embora voltaram, e Buffy acha que ela deveria ir ver o médico. Joyce a lembra que ela é a mãe e que é seu trabalho cuidar de Buffy e de seu docinho de abóbora(Dawn). Vendo Joyce abraçando Dawn, Buffy pergunta se tinha algum apelido quando criança. “Não, você sempre foi a Buffy”. Mas Dawn diz que tem alguns apelidos para ela. Joyce pergunta o que Buffy ainda faz em casa, já que hoje é a grande abertura da loja de Giles. Buffy resolve deixar sua mãe descansar e leva Dawn com ela.
Buffy entra na loja, e Giles é a única pessoa lá dentro. Giles está com um chapéu de Mago. Dawn aparece e pergunta quando vai estar aberto para os clients, e Giles diz que já está aberta a mais de uma hora, e que daqui a pouco vai ter fila para entrar. Giles percebe que Buffy parece preocupada e pergunta como Joyce está. Ela fala que tem alguns médicos trabalhando para informá-lhes isso. Willow entra na loja com Riley e imediatamente pergunta a Giles onde seu chapéu e sua capa estão. Buffy fala que tem algo que eles deveriam ver, e mostra o globo que achou na noite passada. Giles suspeita que isso tenha uma origem paranormal; quando Willow pergunta como ele sabe, ele diz: “É tão brilhante!”. Riley sugere que ele e Buffy deveriam ir para onde ela achou isso para procurar mais coisas. Dawn fala que Riley não pode ir, pois como Buffy falou, agora ele está “fraco”. "Então, bem vindo ao clube, ela também nunca me deixará ir”, Dawn diz. Riley vai para a sala de treinamento para aliviar sua frustração.
Aborrecida com ela, Buffy diz que eles vão, mas Willow a para, e pede que ela pegue leve com Dawn. Buffy quer saber porque deveria. “Ela é tão irritante. Ainda mais agora que mamãe está doente. Ela está sempre em cima dela e eu tenho que ser a crescidinha, e as duas são como gêmeas, por quê eu não posso ser o “Docinho de Abóbora”? Sem saber o que falar da parte do Docinho de Abóbora, Willow fala que Dawn não é apenas a mais nova, ela é o bebê, e Joyce precisa daquilo agora. Buffy está para dizer a Willow que Dawn não liga para o que a mãe delas precisa, mas para e diz: “Você não tem idéia de como eu gostaria de ser a filha única”. Algo cai e quebra no outro lado da loja, e depois escutamos um “oops!” de Dawn.
Andando na frente de casa, as irmãs ainda estão discutindo sobre o que Dawn quebrou, mas param quando escutam Joyce gritando de dor, deitada no sofá. Buffy diz que elas irão ao médico, mas Joyce diz que só precisa do remédio. Relutante, Buffy vai até o hospital para pegá-los.
Depois de conseguir os remédios, Buffy está andando pela emergência e vê um paciente. Eles está sendo cuidado por Ben. O paciente tenta se levantar da cadeira, mas Ben tenta mantê-lo quieto. Buffy reconhece o homem como o guarda que achou o globo. Ele fala que não pode ficar ali e que tem instruções importantes. "Eu conheço esse homem”, Buffy diz a Ben, “Ele não é louco”. O guarda segura Buffy pelo braço que ela segura o remédio, e diz que isso não vai ajudar. Ele continua: “Eles virão até você! Não pense que está acima deles! Eles irão até sua família! Eles pegarão sua família!”. Isso assusta Buffy, e antes que possa perguntar o que ele quis dizer com aquilo, ele é levado embora. Percebendo o remédio, Ben pergunta se a mãe dela melhorou. Ainda não, mas Buffy o assegura que ela melhorará. Pensando nas palavras do guarda, ela diz: “Eu estou começando a perceber o que está errado”.
Enquanto isso, na fábrica, um dos monges está no terceiro andar com um mapa de Sunnydale procurando algo. Achando o que procurava, ele se prepara para ir embora, quando a porta de ferro do outro lado é socada por algo com muita força. "A Besta", ele diz, apavorado. A batida continua até que a porta é arrombada. Então, aparece uma jovem loira. Ela vê um monge e sorri. “Aí está você”, ela diz, “Eu procurei muito por você”.
Na Caixa de Magia, atrás da máquina registradora, Giles atende seus primeiros clientes. Animado, ele mostra o dinheiro para Willow, que não teve sorte para descobrir o que é o globo que Buffy achou. Mais fregueses aparecem, inclusive Anya, que reclama dos preços dos pós mágicos. Ela, depois, se desculpa, falando que antes não tinha que pagar por essas coisas, e agora que está sem dinheiro está deixando-a irritada. Giles diz que eles não são baratos e ela se oferece para apresentar-lhe quem fornece os ingredientes.
Buffy chega na loja e diz que tem uma idéia do que está deixando sua mãe doente. Ela pega o globo, dizendo que o guarda que o encontrou ficou louco. Quando todos se afastam dela, Buffy diz que ele não irá machucá-los pois ela tinha isso com ela a noite toda. Ela fala sobre o que o guarda disse sobre algo que chegará até ela a partir de sua família, mas ela não sabe o quê ou quem. Buffy acha que quem quer que tenha feito isso com o guarda fez ele ver o que eles viam. Giles fala que eles não devem escutar o que um louco diz, mas já é um começo para Buffy. Willow pergunta o que ela fará quando descobrir o que está ocorrendo com Joyce; seu plano é acha-los, caçá-los e matá-los.
De volta à fábrica, A Besta amarrou o monge machucado e sangrando. Ela diz que de sua perspectiva ela é a vítima ali, falando que ela nem mesmo quer estar ali, no mundo mortal. Então, ela diz que está ferida pelo egoísmo dele, que tudo que ela quer é A Chave, e pergunta onde ela está. Então, ela se desculpa por esquecer que ele está amordaçado e tira a fita de sua boca. O monge começa a falar em Tcheco, mandando que ela o mate, isso a irrita. Em sua linguagem, ela diz que eles estão no Novo Mundo agora, e em ingles diz: “Fale Americano!”. E ele fala – “Eu te direi….nada!”. Ela parece ferida, e deseja que ele se sinta como ela está se sentindo agora. Então, um Segundo segurança, que está de joelhos, amarrado, tenta falar com ela, mas é ignorado, dizendo ao monge que não sabe o quanto mais disso irá agüentar. O guarda fala para ela que é casado e que tem duas filhas, mas A Besta continua a ignorá-lo, acusando o monge de achar que sua situação é engraçada. Ela quer saber porque ele a está torturando assim, se ele nem mesmo possui A Chave. Chorando agora, sua voz está ficando mais alta, “E eu a quero! Eu preciso! E tenho que tê-la agora! E você continua a recusar-se de me dizer onde está A Chave!!”.
A Besta começa a falar dos humanos. E sua raiva cresce, mais e mais, até que ela toca a cabeça do guarda, e o monge observa quando uma luz brilhante e ela parece drenar algum tipo de energia do guarda. Ela finalmente o solta, e ele cai, ainda vivo, chorando incoerentemente. Ela, agora, está mais calma e se levanta, parecendo aliviada. “Assim é bem melhor”.
Na loja de Giles, o lugar está cheiode clients. Xander aparece e Giles fala que todos os clientes parecem estar atrás de algo. Xander, então, junta-se aos outros atrás do balcão. Anya dá ao freguês sua bolsa e diz: !Por favor, vá!”. E Xander explica que ela tem que desejar um bom dia, mas já que eles já têm o dinheiro dos fregueses, “quem se importa com que tipo de dia o freguês vai ter?”, Anya pergunta. “Ninguém!”, Xander fala. “É apenas uma tradição falsa. Continue ela!” Xander diz. Ele senta ao lado de Buffy. Ela procura no livro algo sobre o feitiço que botaram em Joyce. Anya sugere que ela faça um feitiço de revelação, de meditação, que revelará os feitiços que outros jogaram nela. Giles explica que os feitiços deixam um tripo de assinatura, que não é perceptível ao olho humano. Buffy decide que tentará, mas os outros estão preocupados que ela não esteja pronta para aquilo. “É a minha mãe. Eu ficarei pronta. Do que eu preciso?”.
Mais tarde em seu quarto, Buffy está com todos os ingredientes e chama Riley para ajudá-la. Riley pergunta o que ele tem que fazer e ela emfatiza que ele tem muito o que fazer. Ela explica o feitiço. “Então você precisa que eu acenda um incenso e jogue a areia?”, ele pergunta. "Incenso Mágico e areia assustadora”, ela responde. Riley pergunta se ela não está fazendo isso para ele se sentir mais útil. Ele assegura ela que está bem mesmo não sendo mais o super-garoto e que ao invez dela tomar conta dele, eles deveriam tomar conta um do outro. Quando vai embora, Riley deseja-a boa sorte.
Buffy tem tudo pronto para o feitiço hipnótico e está prestes a começar, fecha os olhos, quando Dawn bate na porta e pergunta o que ela está fazendo. Impaciente, Buffy fala para ela ir embora. Dawn a acusa de fazer magia e pede a Buffy para ver. Quando Buffy se recusa, Dawn fala que vai contar e Buffy, irritada, manda ela fazer o que quiser. . Um pouco zangada, Dawn vai para seu quarto e bate a porta.
Buffy fecha seus olhos de novo, e começa a se concentrar. Está escuro quando ela abre seus olhos de novo. Sua percepção parece estar mais forte – as cores estão mais fortes e ela parece estar em câmera lenta quando vai para o andar de baixo. Quando ela entra na sala de estar vazia ela escuta a voz de sua mãe, com uma qualidade ecoante, chama seu nome quando ela entra num quarto. Buffy percebe que Joyce está arrumada para ir a algum lugar, e sua mãe diz que está se sentindo melhor e que irá sair por algumas horas. "Nada", Buffy diz, quando vê que nada parece estar ferindo sua mãe. Joyce pergunta se ela está se sentindo bem, mas Buffy presta atenção em uma foto de família atrás de Joyce. Nela estão Buffy, Joyce e Dawn, mas a imagem de Dawn está desaparecendo da foto. Joyce finalmente consegue sua atenção e ela diz que apenas teve um longo dia. "Você está tão crescida”, Joyce diz, então sai da casa. Buffy anda pela sala e acha outra foto. De novo Dawn está desaparecendo da foto. Lá em cima, Buffy vai até o quarto de sua irmã, e percebe que ele também está desaparecendo – de um quarto colorido, para um escuro, com móveis que não são usados. Ela escuta a voz de Dawn, e vê sua irmã, que também parece estar desaparecendo junto com o quarto. “Quem disse que você pode vir até meu quarto”, Dawn fala. Buffy apenas olha para ela, percebendo...
"Você não é minha irmã."
Buffy acorda do transe encontrando Dawn zangada. “É, como se eu quisesse ser sua parente”. Ela é parada por Buffy, que a pega pelo braço e pergunta quem é ela. "Me larga!”, Dawn fala, e diz que vai contar para sua mãe. Então Buffy diz para ela ficar longe de sua mãe. Ela joga Dawn na parede. E as duas se olham.
Um pouco depois o telefone toca, é Giles, que diz que eles subestimaram o poder do globo, que é Chamado de Esfera de Dagon, com vários séculos, usado como proteção contra o mal primordial. Infelizmente ele não conseguiu descobrir que mal é esse, mas que a Esfera foi criada para “repelir o que não pode ser nomeado”. Buffy informa que voltará para a fábrica para procurar quem deixou a Esfera. Giles diz que algo que não pode ser nomeado é algo muito perigoso. Ele pergunta se ela fez o feitiço, mas quando Buffy está para contar o que provoca o mal em Joyce, ela percebe que Dawn está atrás dela. Ela diz a Giles que não funcionou e desliga. Buffy diz que era coisa de Caçadora e que ela tem que sair. Dawn lembra que sua mãe está voltando, e Buffy diz que chegará antes dela.
Quando ela está cruzando o jardim, ela sente algo. E quando olha para trás, vê Spike, fumando atrás de uma árvore. Ela manda ele ir embora. E Dawn observa os dois do andar de cima.
Buffy entra na fábrica e chega ao terceiro andar, onde vê a porta quebrada.
Joyce chega em casa, não parecendo tão bem, e chama suas filhas. Não há uma resposta imediata, e então Dawn aparece na cosinha, e dá um susto nela. Dawn fala que ela não deve se preocupar com Buffy, e Joyce diz que teve que cancelar sua noite pois não estava se sentindo tão bem. Dawn diz que fez um pouco de chá.
Buffy passa da porta e acha um monge machucado amarrado numa cadeira. Ela começa a desamarrá-lo, dizendo que possui a Esfera de Dagon. Quando ela está dizendo que tem experiência com esse tipo de coisa, o monge vê a Besta brincando atrás dela. Buffy continua falando, quando de repente se vira e pega o pescoço da Besta. A Beasta, zangada, solta a mão de Buffy de seu pescoço e bate na Caçadora. Buffy voa pela sala e quebra uma parede de tijolos do outro lado da sala. Perplexa, e com alguma dor, Buffy fica surpresa pelo poder da jovem.
Na Caixa Mágica, o último cliente vai embora. Todos parecem muito cansados. Anya está atrás da registradora, juntando todo o dinheiro, informando Giles que ele está sem bolas de cristal e que ele deveria comprar mais e aumentar o preço em 10%. Depois de pensar, ela diz, “È melhor 15%!”. Giles tenta conseguir sua atenção. E então ela se cala, e ele pergunta se ela gostaria de um emprego, ela diz: “Claro!”. Giles diz que eles podem conversar sobre o resto das coisas amanhã. Agradecida por sua nova posição na vida ela responde: “Tudo bem... Chefe”. Willow pergunta de Buffy, e Giles diz que ela foi investigar sobre a Esfera. Xander pergunta se ele está preocupado, e Giles diz que Buffy não fará nada irracional.
Na mesma hora, Buffy está sendo jogada novamente na parede pela Besta. Então, a Besta pega os braços de Buffy e diz que sempre deve vontade de pegar uma minhoca e corta-la ao meio. E então Buffy bate na cara dela com sua cabeça. Buffy continua batendo nela, e A Besta diz que ela não pode sair por aí batendo nas pessoas. Ela, então, joga Buffy contra uma parede e dá socos nela, tentando amassar sua cara. Ela consegue pegar Buffy pelo pescoço. Então percebe que Buffy tem superpoderes. Ela pergunta se Buffy consegue voar, e manda Buffy voando até o outro lado da sala. Buffy fica um pouco mais devagar para se levantar, e então escuta o monge falando algo. Ela, então, o levanta da cadeira e sai andando. Isso irrita a Besta, que manda ela tirar as mãos de seu monge. Buffy e o monge se jogam de três andares e caem no chão, mas ela absorve quase todo o impacto da queda. A Besta corre atrás deles, mas para quando o salto de seu sapato quebra. Ela fica irritada, e começa a bater com o pé no chão, o que faz com que ele se quebre todo. O teto começa a cair em sua cabeça.
Os dois machucados, conseguem chegar até o portão. Lá, o monge diz que cumpriu sua viagem. Ele diz que Buffy deve manter a Chave à salvo. E Buffy pergunta o que é a Chave. Ele diz que é uma energia, que abre A Porta. "Por séculos não tinha origem, até que A Abominação nos achou. Tivemos que esconder a Chave. Demos à ela uma forma, a transformamos em humana e mandamos para você." Buffy percebe que Dawn é A Chave. Ele diz que Dawn é a Chave e que eles sabiam que a Caçadora a manteria à salvo. "Vocês a botaram na minha casa, moldaram minhas memórias, as da minha mãe?". Ele diz que construíram as memórias delas. Ela fala para eles desconstruírem, e o monge começa a tossir. Buffy pergunta o que ela é. E o monge responde: "Humana,agora humana...e indefesa." Ele diz que Dawn é uma inocente e que precisa de Buffy. "Ela não é minha irmã?". Ele responde: "Ela não sabe disso!" e então morre.
Buffy chega em casa e encontra Joyce e Dawn no sofá. Dawn, então, corre para seu quarto e diz que não estava aborrecendo ela. Joyce pergunta o que foi aquilo, e Buffy diz que são coisas de irmãs. Lá em cima, Buffy bate na porta do quarto de Dawn. E Dawn manda ela ir embora. Buffy entra no quarto mesmo assim e se desculpa. Dawn diz que ela machucou seu braço. Buffy se desculpa de novo. Com lágrimas nos olhos, Dawn diz: " Eu tenho uma teoria. Você não seria a minha irmã, teria sido adotada por Joyce de uma família de macacos uivadores, e ela não te contou para não te magoar". Buffy não fica irritada com isso, e Dawn continua, "isso explicaria seu gosto de moda...e seu cheiro". Buffy se desculpa de novo, e Dawn fala que Buffy está como um disco arranhado. Agora Buffy fica irritada, "Você não consegue aceitar desculpas. Você sempre faz isso. Desde quando…". E para, quando percebe que não existe um "Desde quando…".
Ela senta na cama de Dawn e fala que teve um dia ruim. Dawn diz: "Entre no clube!". "Posso ser presidente?" Buffy pergunta. Dawn diz que é a presidente - Buffy pode ser a zeladora. Elas ficam em silêncio, e Buffy tira o cabelo do rosto de Dawn. Dawn finalmente pergunta: "O que está acontecendo com mamãe?" e Buffy diz: "Não sei".
Buffy continua a pentear o cabelo de Dawn.